quarta-feira, 1 de junho de 2011

Tia Sônia

É com grande pesar que comunicamos que hoje perdemos a tia Sônia, que faleceu após uma crise de asma. Professora da oficina de artesanato com materiais recicláveis, no ano passado com muita dificuldade ela vinha até a vila Pontilhão dar aulas na escolinha. Muitas vezes a vimos chegar ofegante mas sempre com a energia e entusiasmo de uma jovem. Este ano tivemos que dizer pra ela esperar até que conseguíssemos um lugar mais acessível pra ela dar aula, pra preservar a sua saúde, porque tia Sônia era pura vontade de fazer, de lutar, de transformar, apesar da idade e dos problemas de saúde. Tivemos pouco tempo pra conhecer a tia Sônia. Lutadora desde os tempos da ditadura, foi professora, cantora de música latino-americana, artesã, religiosa de linha afro-brasileira, militante da economia solidária, socialista e revolucionária até o último suspiro. Aprendemos muito com ela mas havia muito mais o que aprender. Precisávamos ter estado mais tempo com ela. Que saibamos viver com a energia intensa com que vivia tia Sônia.

“Gracias a la vida que me ha dado tanto

Me ha dado la risa y me ha dado el llanto

Así yo distingo dicha de quebranto

Los dos materiales que forman mi canto

Y el canto de ustedes que es el mismo canto

Y el canto de todos que es mi propio canto”

31/05/2011

segunda-feira, 14 de março de 2011

Precisamos de doação para a Sala de Informática

A Escolinha está montando uma sala de informática para as aulas de Comunicação Popular, voltada aos adolescentes. Esta oficina visa trabalhar elementos como digitação, produção textual, uso de programas de edição de texto, publicação de blog, produções de áudio e vídeo, entre outros.
Para isso solicitamos para quem tiver para doar equipamentos como CPU, monitores, fontes, mouses, teclados e impressoras; que entrem em contato conosco. Nosso e-mail é escolinhamncr@mncr.org.br .

Volta às aulas


A Escolinha vai reiniciar suas aulas no dia 19 de março. Este ano vamos ter oficinas de reforço escolar, teatro, música, comunicação popular, rap e capoeira.

No sábado do dia 12 fizemos as inscrições para as oficinas e também exibimos o filme brasileiro "Besouro".
Atenção: estamos precisando de voluntários para a oficina de reforço escolar, de preferência com esperiência em educação de crianças e/ou adolescentes e que concordem com nossa metodologia pedagógica (postada aqui no blog).

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Festa de 5 anos da Escolinha da Resistência













































No dia 19 de dezembro a Escolinha realizou sua festa de encerramento do ano e também a comemoração do seu aniversário de 5 anos. A festa estava muito animada e contou com a a participação de mais de 90 pessoas entre adultos, jovens e crianças. A festa começou com a projeção de mais de 400 fotos das nossas atividades nos últimos 5 anos, onde pudemos rever o quanto fizemos, para quantos lugares fomos, quantas crianças passaram por aqui, por quantas lutas passamos para seguirmos em frente. Depois foi a vez das apresentações musicais (veja os vídeos abaixo), teatro, roda de capoeira e muitos comes e bebes. A festa também contou com a distribuição de presentes de Natal e sorteio de cesta de Natal e panetones.
Agradecemos a participação de todos e todas e especialmente a militância do MNCR que colaborou na organização da os festa; a Tina e as demais catadoras da Santa Tecla que conseguiram as garrafas para a nossa árvore de Natal; a artesã tia Sônia que nos ajudou a montar a árvore; o prof .Érico que preparou as alunas Camila, Ester e Flávia da oficina de música e colocou o som, mais os seus companheiros Carlinhos e Angelo que ajudaram a compor a banda; o rapper Sharop que ajudou a ensaiar os alunos Lucas e Daniel pra apresentação de rap; a prof. Drica que preparou a esquete teatral junto com os alunos Lucas e Marissol; a prof. Kelly que junto com a aluna Betiele da oficina de comunicação popular tiraram as fotos e fizeram os vídeos; o prof. Coyote e o grupo Liberdade e Expressão que coordenaram a roda de capoeira; a equipe da cozinha coordenada pela Dona Maria, seus familiares e amigos que trouxeram todos os comes e bebes; a equipe de apoio da Escolinha, Jerusa e Franciele que ajudaram na organização, e todas as crianças e adultos, pais, mães e educadores que ajudaram a construir essa história, tanta gente que fica difícil nomear a cada um.
"Gente simples, fazendo coisas pequenas, em lugares não importantes, conseguem mudanças extraordinárias" (refrão de origem africana)
Feliz 2011 para todos nós!

video video

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Alunos da Escolinha ganham 1º lugar em Festival de Música




Os alunos Lucas e Daniel, que participam da Oficina de Rap, ganharam o primeiro lugar no Festival de Música da Escola Municipal Vila Neópolis, realizado no dia 8 de dezembro.


A dupla interpretou o rap Ação Direta, do Ministro, cujo refrão foi gravado em 2005 por crianças da Escolinha.


A dupla também irá apresentar a música na nossa festa de final de ano.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Basta de violência contra a mulher!




















































Dia 27 de novembro, as catadoras do MNCR de Cachoeirinha e Gravataí realizaram um ato em homenagem à catadora Tatiana, assassinada pelo ex-marido em julho de 2008. O dia foi escolhido também pra lembrar a passagem do dia 25 de novembro que é o dia pelo fim da violência contra a mulher. Participaram do ato mulheres da Resistência Popular e do MST.





As adolescentes da Escolinha participaram do ato e tiraram as fotos.

domingo, 21 de novembro de 2010

Alguns textos dos feitos pelos adolescentes da oficina de comunicação popular

Violência
Não é só a mulher que sofre, o homem também sofre, violência doméstica. Mas as mulheres sofrem mais com esses atos do que os homens. Existem muitas músicas boas e outras nem tanto, as pessoas não reparam nas letras, e saem por aí repetindo o que ouvem, acabam falando muitas besteiras. As letras falam de violência e putaria e isso só ajuda a influenciar os jovens a fazer coisas que não devem, como usar drogas, roubar e outras coisas.

Educanda: Lisiane

Poema sem título

Não vou te fazer chorar.
Eu quero te visualizar.
Na sua cabeça eu vou estar.
Garota, eu quero ser seu auxiliar.
Garota, contigo eu quero casar.
Aquela bola eu vou chutar.
Sem você eu não vou resistir.
Todo meio-dia espero você chegar.
Garota, não vou deixar ele te usar.
Por você, tudo eu posso exemplificar.

Educando: Lucas

Fábula: O homenzinho

Um dia eu vi a chapeuzinho vermelho ser espancada pelo lobo mau eu parei para ajudar ela, dei uma "tunda" no lobo mau.
Ele ficou com medo de mim e fugiu. Outro dia eu salvei a branca de neve dos 7 anões, eu tive que utilizar meus super poderes, mas como eles também tinham super poderes foi uma briga muito feia e eu quase matei eles.
Eu dei uma "biaba" na guria que está ao meu lado e quase fui preso, isto é agressão contra meninas. Fim da minha história de conto de fadas.

Educando: Felipe